Celular é mais usado para acessar a internet

Smartphone é mais usado para internet, rede social e câmera.

A advogada Thaíz Baeta, 30 anos, confessa ser viciada em seu smartphone. Nele acessa seu e-mail, o site do seu banco, faz busca na internet, usa aplicativos de mensagens para conversar com amigos até no exterior e ainda acessa as redes sociais. Telefonar acaba ficando em segundo plano. “Quase não ligo, falo mais pelos aplicativos de mensagens. Hoje meu celular é praticamente meu computador de mão. E como vou casar agora, resolvo os detalhes sempre pelo celular”, conta.
 

A assessora de comunicação Adriana Jenner, 36, admite passar 18 horas por dia com o celular, até pelo ritmo acelerado do trabalho: responde a e-mails, manda mensagem e acessa as redes sociais. “O telefone é quando o assunto precisa ser bem explicado”, conta.
 

CONECTADOS
Para Thaís e Adriana, mandar mensagem é mais barato e também mais prático. “Meu marido é dentista e está sempre em atendimento. Se mando mensagem, sei que ele vai ler quando terminar. Se eu ligo é urgente”, conta Adriana.


Elas não são exceções. Pesquisas mostram que o acesso a internet, e-mail e redes sociais pelo celular é cada vez mais frequente. E telefonar é o que esse aparelho menos fazem. E esta tendência deve aumentar ainda nos próximos anos, garante o diretor de tecnologia móveis da Aldabra, Leandro Lustosa.


“E isto não é necessariamente negativo. As pessoas estão ficando cada vez mais informadas. Se você faz um bom proveito disso, terá vantagens tanto pessoais quanto profissionais”, diz.

MODERAÇÃO
Para Leandro, o problema é o exagero. A conexão à web pode ser muito útil no dia a dia – você pode conferir se aquela loja está aberta, ver no mapa como chegar à casa do amigo e responder a e-mails urgentes antes de chegar ao escritório.


O problema é perder tempo demais, principalmente no trabalho e na escola, com joguinhos e redes sociais. “O que não pode é ficar escravo do aparelho e fazer uso contínuo dele. É bom escolher momentos específicos para verificar as atualizações”, recomenda.


FAÇA DO APARELHO SEU ALIADO


As pesquisas
Menos ligação
Estudo com mais de 4 mil pessoas mostra que fazer ligação é a 4ª atividade realizada no smartphone – depois de acessar a internet, redes sociais e câmera.
 

Vício
81% dos entrevistados consideram-se viciados no uso de smartphone e 42% deles consultam seu aparelho, no máximo, a cada 10 minutos.


Internet e e-mail
Um outro estudo mostrou que o número de pessoas que usam o celular para acessar a internet pulou de 27% em 2012 para 41% este ano. E 11% enviam ou recebem e-mail com frequência pelo celular.



Uso saudável
Sem escravidão
Não seja escravo do celular. Você pode ficar por dentro das atualizações sem precisar se conectar a cada 5 minutos. E você realmente precisa saber todas as fofocas do Facebook?


Escolha útil
Para não perder tempo, escolha alguns apps ou funções mais importantes para você – e-mail, instagram, etc. – para olhar com mais frequência. Os demais, deixe para o início e/ou fim do dia.


No trabalho
Não interrompa tarefas e não use joguinhos durante o expediente. Em vez de checar o aparelho a todo instante, escolha um momento – como a pausa para o café – para olhar as novidades da rede.


Aproveite
Use o que a conexão tem de melhor. Está perdido? Use o GPS. Está esperando um e-mail urgente? Peça para ser notificado. Bem utilizado, o celular facilita a vida.
 

Fonte: Entrevistado, pesquisa ComTech e estudo do PiniOn e Hibou
Autora: Renata Lacerda : rlacerda@redegazeta.com.br
Publicação: Caderno Vida | Jornal A Gazeta | 2 de setembro de 2013

COPYRIGHT 2019 - ALDABRA SISTEMAS WEB E DESIGN GRÁFICO LTDA